Prefeitura Municipal de Salvador
0
0
0
s2sdefault

A Transalvador assume, a partir desta quinta-feira (12), a coordenação operacional do comitê gestor municipal do Programa Vida no Trânsito (PVT), uma das mais importantes iniciativas brasileiras para a vigilância e prevenção de lesões e mortes no trânsito e promoção da saúde, do Ministério da Saúde. A nova coordenação tem período de dois anos e foi anunciada durante reunião ordinária realizada esta manhã, na sede da autarquia. O próximo encontro já está marcado para 25 de abril, na sede da PRF/BA, em Pirajá.

Durante o encontro, representantes da Secretaria Municipal de Saúde, Polícia Rodoviária Federal, Detran e Polícia Militar, membros do Comitê, puderam avaliar os resultados alcançados e discutir novos avanços. De acordo com o Ministério da Saúde, o objetivo do PVT é estruturar e promover ações para alcance da meta da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Década de Ações pela Segurança no Trânsito 2011 – 2020, de redução de acidentes e mortes no trânsito em pelo menos 50% no período.

Em Salvador, a meta da ONU foi atingida com três anos de antecedência. O superintendente Fabrizzio Muller apresentou a redução, salientando “a importância da mudança de cultura da população soteropolitana, iniciada agora”. “A redução de mortes por acidentes de trânsito na capital baiana é de 51%, quando comparados os anos de 2012 e 2017, e as notificações em Salvador por infrações têm caído consideravelmente, disse. “É uma nova cultura que se consolida pouco a pouco, a do respeito às Leis de Trânsito e à vida”, complementou Fabrizzio.

*Vida no Trânsito -* Salvador saiu na frente e instituiu sua comissão municipal em 2013, assim que o PVT foi expandido para todas as capitais e municípios com mais de um milhão de habitantes no País. O PVT, também de acordo com o Ministério da Saúde, “tem como foco a intervenção em dois fatores de risco: dirigir após o consumo de bebida alcoólica e velocidade excessiva e/ou inadequada, além de acidentes de transporte terrestre envolvendo motociclistas”.

Coordenado pelo Ministério da Saúde no Brasil, em uma articulação interministerial e parceria com a Organização Pan Americana da Saúde (Opas), o Programa Vida no Trânsito foi lançado em 2010 como parte da iniciativa internacional denominada Road Safety in Ten Countries (RS 10) sob a coordenação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

0
0
0
s2sdefault