Prefeitura Municipal de Salvador
0
0
0
s2sdefault

Cerca de 25 mulheres e homens participaram de uma palestra na sede da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) sobre o câncer de mama. O encontro, na manhã da quinta-feira (04/10), aconteceu em decorrência do Outrubro Rosa, movimento que visa incentivar a população a controlar a doença.

Os sintomas, o tratamento, as formas de detecção e os fatores que propiciam o surgimento desse tipo de câncer foram alguns dos temas abordados. “Todo ano a estimativa de câncer de mama é muito alta. Ainda há vários mitos em torno da doença. Por isso que a informação é muito importante para esclarecer a população”, salienta a palestrante Genildes Lima, membro da equipe de Politicas Temáticas da Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ).

O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima que nos anos de 2018 e 2019 devam surgir 59.700 novos casos de câncer de mama no Brasil. Sem considerar os tumores de pele não melanoma, esse tipo de câncer também é o primeiro mais frequente nas mulheres das Regiões Sul (73,07/100 mil), Sudeste (69,50/100 mil), Centro-Oeste (51,96/100 mil) e Nordeste (40,36/100 mil).

Auto-exame – Se descoberto nas fases iniciais, há grande chance de tratamento e cura da doença. Por isso que é sempre importante que as mulheres façam o autoexame. E foi esse ponto que a supervisora da Assessoria de Tecnologia da Informação, Naraiana Reis,  destacou da palestra. “Essas ações fazem a gente se conscientizar e lembrar da importância de fazer o autoexame. É preciso que nós, mulheres, fiquemos atentas à essa questão”, afirma.

Aliado ao autoexame, as mulheres devem fazer visitas periódicas ao médico e realizar a mamografia. No país, somente este exame tem eficácia comprovada na redução da mortalidade por causa da doença.

Câncer nos Homens - Mesmo sendo raro, o câncer de mama também acomete homens. Segundo o Inca, a incidência no sexo masculino é de apenas 1% do total de casos da doença. Mesmo assim é necessário que também os homens fiquem atentos. Foi esse motivo que levou  o gerente administrativo da Transalvador, Vanderval Lima, à palestra: “É interessante participarmos de eventos como este para podemos conhecer melhor sobre a doença. E porque o câncer de mama também pode acometer os homens. Numa menor incidência, mas também temos que ter cuidado”.

0
0
0
s2sdefault